CavillConservation & Durrell

#CavillConservation and Durrell

Henry é um Embaixador da Durrell Wildlife Conservation Trust, e criou a #CavillConservation para angariar fundos para a causa. Conheça e ajude!

 Royal Marines Charitable Trust Fund (RMCTF)

Royal Marines Charitable Trust Fund

Henry é o embaixador da RMCTF. Conheça mais sobre o trabalho da instituição e apoie essa causa com a gente!

 Batman Vs Superman

Batman Vs Superman

Henry volta as telonas como Superman. Estreia nos cinemas brasileiros dia 24 de Março de 2016!

 Fã Clube Brasileiro do PORTAL

Fã Clube Brasileiro

Faça parte do nosso fã clube dedicado ao Henry. FC Crazy for Henry Cavill BR.

 Cobertura UNCLE Brasil

ICYMI: Cobertura #HenryNoBrasil

Relembre a nossa cobertura exclusiva da passagem do Henry no Brasil para promover "O Agente da U.N.C.L.E."

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Os barbudos Armie Hammer e Henry Cavill do filme 'O Agente da U.N.C.L.E.'


Quando você se encontra com Armie Hammer e Henry Cavill em uma mesa, você é tomado por onda poderosa de charme e sensualidade. Decidir qual deles é o mais legal, é simplesmente impossível. Mas é claro que: Guy Ritchie sabia que ao escalar para o elenco do filme de espionagem com comédia/suspense 'O Agente da U.N.C.L.E.' Armie e Henry - caras famosos, que após a premiere dia 13 de Agosto, eles não iriam faltar com a atenção. Mas porque esperar para a premiere?

Meu Deus, dois homens barbudos em uma sala. Que felicidade!

Henry: Pura coincidência. As barbas são necessárias para nossos trabalhos em filmes diferentes.

Armie: Eu estou fazendo uma versão de "Birth of a Nation" (dirigido por) do Nate Parker, sobre a guerra entre o Norte e Sul. Eu não posso raspar a barba por contrato, mas eu gosto de ficar mexendo na barba.

Henry: Eu também gosto de mexer na sua barba, Armie.

Eu estou vendo que vocês estão se dando bem.

Henry: Nós só fingimos. Na vida real nós odiamos um ao outro. Brincadeira! Na verdade, enquanto trabalhávamos um com o outro, viramos amigos. Meu personagem, o espião americano Napoleon Solo e o do Armie, um agente da KGB Illya Kuryakin, ficavam brigando durante toda a história, enquanto estavam envolvidos em um missão para salvar o mundo. Mas rapidamente nós encontramos uma linguagem em comum, nós trabalhamos em quase todas as cenas juntos.

Tiveram alguns momentos engraçados?

Henry: O que é um momento engraçado - essa é a pergunta? Se for "qualquer coisa", a resposta é "não". Mas se for algo engraçado - sim, mais do que esperado. Por exemplo, Illya Kuryakin estava afogando no rio, e Napoleon salvava ele. E eu tive que mergulhar a uma certa profundidade, pegar Armie, e levar para a superfície, e eu pensei, "Deus, porque você é tão pesado?" logo eu soube que  o Mr. Hammer esqueceu de tirar o peso que tinha na perna.

Armie: E para mim essa foi a cena mais fácil. Três dias em uma piscina de água quente - um trabalho dos sonhos! Mas não se esqueça da cena na chuva, o que foi para nós muito sombrio. Era um dia de inverno, e por mais que a cena acontecesse em Roma, a água gelada de uma mangueira era uma tortura. De inicio não foi nada, mas depois de cinco takes, só uma frase, "Okay, ligue a máquina", causava um arrepio.

Sim, vocês trabalharam duro. Teve um momento em que Illya e Gaby (a garota que está sendo cuidada pelos agentes) foi atacada por ladrões. E eles pediram para você dar seu relógio entre outros objetos de valor, e ela pediu a Illya para obedecer o que eles mandaram. Tudo bem quando a mulher é quem manda?

Armie: Sim. Eu acho que não somente os homens que devem comandar a situação. E também, as vezes nós nos comportamos como adolescentes, e as mulheres nos ajudam a não partir para a agressão, a nos comportarmos razoavelmente. Um relacionamento é uma parceria em que ambos estão envolvidos.

E em geral, você agiria assim na vida real? Entregaria tudo sem lutar?

Armie: "Entregaria tudo" - incluindo a vida? Se for, eu prefiro tentar permanecer vivo, custe o que custar. Mas se for só uma carteira, então eu não lutaria. Eu tenho uma filha pequena em casa.

Sim, você se tornou pai há um ano atrás. Como você se sente?

Armie: Absolutamente incrível. De tudo que eu fiz na minha vida, nada se compara a isso. Todos os dias minha filha me ensina algo novo, e é uma surpresa. Por exemplo, "Oh, isso é macio", "mas é tão macio", "olha ao redor, é tão legal" - ver o mundo sob o olhar de uma criança, é um presente.

E agora como você vê o mundo?

Armie: De uma nova forma. E não de forma tão hostil como eu via antes. Eu vou fazer de tudo para que a Harper não veja as crueldades que acontecem.

Falando em cruel. O filme tem uma vilã, Victoria Vinciguerra. Ela é tão esperta e poderosa que já está brigando com dois espiões (..)

Armie: Oh, mulheres fortes são incrivelmente sexies. Você recebe o poder da natureza, e se não fizer mal para ninguém, não é pecado usá-lo. A questão é usar isso com a melhor das intenções, sem querer humilhar ou ferir o outro.

Mas e quando Gaby tenta tirar vantagem da feminilidade para seduzir Illya, ele não cai. O quê ela fez de errado? Bebeu? Dançou mal?

Armie: Não, de forma nenhuma. Foi simplesmente porque Illya estava preocupado e chateado com o trabalho. Preso em um País estrangeiro e tendo que lidar com "americanos estúpidos", e ali tinha uma garota que só queria beber e se divertir. E ele teria um dia difícil amanhã, foi confiado a ele uma missão muito importante. Mulheres são emocionais e para os homens é mais fácil fazer o que tem que ser feito, sem se envolver em um relacionamento. Claro, não todos nós. Eu, por exemplo, tenho que lidar constantemente com emoções, então estou acostumado a discutir temas difíceis. Mas a sociedade espera que eles sejam silenciosos durante o cumprimento dos seus deveres, então mostrar seus sentimentos é difícil.

Você e Henry poderiam ser espiões na vida real?

Armie: Não, eu sou muito chamativo para isso. Muito alto, sabe.

Henry: Eu daria uma facada por qualquer coisa. Apesar que hoje em dia, todos nós somos como espiões, com telefones com câmera, informação sobre você em todos os lugares.

Armie: Por causa disso que não tenho rede sociais...

Henry: Falou o ator do filme "A Rede Social!"

George Clooney e Tom Cruise fizeram teste para o papel de Napoleon Solo, e você que conseguiu, Henry. Você está orgulhoso disso?

Henry: Eu não penso em quem poderia estar no meu lugar, porque isso poderia afetar o meu trabalho. Enquanto eu me preparava para o papel, eu apenas focava no que o Guy Ritchie tinha dito, eu nem assisti a filmes sobre espiões. Se você for comparar você mesmo com os outros, você nunca vai ser quem você é.

Armie, como você conquistou o Guy? Illya Kuryakin poderia ter sido interpretado por Christina Bale ou Joseph Gordon-Levitt.

Armie: Sério? Wow, eu não sabia disso!

Henry: Oh, eles deviam ter conseguido o Bale.

Armie: Só aconteceu de estar no lugar certo, na hora certa.

Henry: Não, você era o melhor candidato para esse papel, mas você não pode falar isso.

Armie: Exatamente. Obrigado, amigo! O Guy tem um bom gosto, e ele sabe como influenciar a percepção do ator em um filme. Cada um de nós se encaixa num humor geral.

Henry: Exceto Hugh Grant...

Armie: Ah, sim, uma das pessoas mais engraçadas do planeta. Você nunca sabe o que ele vai dizer. Você acha que ele vai ler a sua fala de um jeito, e ele vai para um caminho completamente diferente, de um jeito que você não imaginaria. Foi ótimo!

Henry: Na verdade, Guy sabe como criar uma atmosfera de festa, mesmo no trabalho. Então, 'O Agente da U.N.C.L.E.' foi tão divertido, espirituoso e elegante.

Falando em estilo, você tem um figurino lindo. Os ternos do Henry eram todos feitos sob medida, mais que em 'The Tudors'

Henry: Não foi fácil (..) Tudo foi costurado em um ou dois meses ou eram achados em brechós vintages, e é difícil para mim escolher alguma coisa, meu corpo não é amigo da moda.

Imagine se você tivesse vivido nos anos 60. O quê você faria?

Henry: Eu te diria, mas você não iria poder publicar.

Armie: Seria legal ter vinte anos e viver na América.

E sobre viver na Russia?

Henry: Oh, obrigado! Armie, o seu personagem é Russo, então você deveria responder.

Armie: Essa situação seria difícil, para não se destacar.

Aliás, você fez o nosso sotaque perfeitamente. Americanos raramente conseguem.

Armie: Eu não gosto de como os Russos são representados nos filmes, e eu tentei não parecer um idiota porque isso ia durar para sempre. E meu pai ficou emocionado quando ele soube desse projeto. Meus ancestrais paternos são da Russia, então desde a minha infância eu venho ouvindo o sotaque "correto", embora eu não fale Russo.

Você já visitou a Russia?

Armie: Eu já fui para Moscou algumas vezes. Eu gosto muito de como o presente é interligado com a história. Isso literalmente ecoa para fora das paredes em todos os prédios. E, é claro, sem esquecer da vodka deliciosa, que eu bebi um pouco demais. 

Revista: Cosmopolitan Russia. 
De: Agosto 2015. 
Fotos by Lorenzo Agius.

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Durrell Trás Jersey ao Coração da Amazônia


Que a Durrell faz um trabalho incrível na proteção dos animais selvagens, todo mundo sabe e o Henry Cavill não seria embaixador da instituição se fosse diferente. 

Em outubro, dois atletas de Jersey, membros da Durrell, virão ao Brasil para participar da Jungle Marathon, uma maratona que acontece no coração da Floresta Amazônica. 



Este é o texto publicado no site da Durrell, com a expectativa dos Atletas para a grande aventura e todas as informações sobre o evento.

Fonte (Read the full article in english here)
 Entre os dias 1º e 10 de Outubro de 2015 dois atletas de Jersey, Pete Wright e Steve Hayes, vão realizar um de seus maiores desafios até agora, a Maratona na Floresta (Jungle Marathon).

A Maratona na Floresta vai acontecer no Brasil, no Estado do Pará, na Floresta Amazônica. Essa gigantesca maratona percorrerá 254km, que serão completados em seis estágios durante a semana.

Os competidores deverão carregar as suas próprias comidas e equipamentos que serão utilizados na semana e noites passadas em redes em pontos de verificação de acampamentos ao longo das margens do rio.

A dificuldade na Maratona na Floresta, não é medida por sua distância, mas por seu terreno, onde os concorrentes irão enfrentar desafios, tais como umidade extrema, lama, travessias de água e insetos, sendo testados fisicamente e mentalmente.

Veja o que Pete disse sobre esta experiência:

"Ao longos dos últimos dois anos, eu me tornei muito atraído pela corrida de aventura e venho me desafiando fisicamente e mentalmente, em terrenos variados e desafiadores, em climas diferentes e até hostis. Durante os últimos anos, eu já conclui com êxito várias grandes maratonas e corridas a distância de vários estágios, e estas têm sido experiências fantásticas e edificantes. Eu estava buscando o desafio pessoal no final, e é isso que me inspirou para entrar na Maratona na Floresta.

Correr me dá uma sensação de liberdade, que me permite forçar meus limites e me dá a oportunidade de explorar novos territórios e conhecer novas pessoas interessantes. Há uma forte ética para a consciência ambiental na comunidade da Corrida de Aventura, e isso tem contribuído mais para a experiência positiva.

Uma vez que a minha vaga na Maratona na Floresta foi garantida, eu pude começar a pensar nessa experiência, e eu percebi o quanto eu sou sortudo por ter essa experiência de correr nesse ambiente único e ter a oportunidade de observar uma incrível variedade de espécies de animais selvagens. É por causa do trabalho educacional de conservação de organizações como a Durrell, que vou ter esta oportunidade de experimentar isso na minha vida. Eu tenho uma grande admiração pelo trabalho continuo que a Durrell realiza a nível mundial, e eu gostaria de mostrar meu apoio na captação de recursos."

Veja o que Steve nos disse sobre essa aventura:

"Eu me joguei no mundo dos esportes de resistência em 2009, começando com a maratona, e desde então venho constantemente pesquisando e participando de novos desafios, para descobrir o que minha mente e meu corpo são verdadeiramente capazes de fazer. Depois de muitas ultra maratonas, de até 428 de comprimento, maratonas, triatlos e até um mergulho no Canal Inglês, agora estou me dedicando a Maratona na Floresta.

A Amazônia tem sido um destino dos sonhos para mim e meu falecido pai por muitos anos, e eu sou tão grato de poder mergulhar nos mais inóspitos e fascinantes ambientes. Como um amante dos animais, entusiasta dos animais selvagens e visitante/membro regular da Durrell, a vida selvagem tem sido de um forte apelo para mim e estou ansioso para ver o máximo possível e sentir toda essa atmosfera durante todo o evento. Esta será uma oportunidade maravilhosa e ideal para o Pete e eu levantarmos o máximo de dinheiro possível para auxiliar na conservação de uma variedade de espécies. Estou contando os dias!"

Estaremos fazendo a cobertura do evento. Nos acompanhe. Maiores informações à caminho.
Se você quiser patrocinar Pete e Steve nesse desafio, clique aqui.

domingo, 27 de setembro de 2015

Saudades de Henry Cavill

Saudade é uma palavra que só existe em português, então não há melhor termo para expressar o sentimento do Brasil, ao completar um mês da visita de Henry Cavill ao nosso país.
Henry veio ao Brasil, com Armie Hammer e a produção de O Agente da U.N.C.L.E, para a divulgação do filme dirigido por Guy Ritchie.
A agenda dos atores incluiu entrevistas, eventos com imprensa e duas premieres, além de passeios pelo Rio de Janeiro e, é claro, a badalada noite carioca.
Henry chegou na noite de 22 de agosto e foi para o hotel Copacabana Palace. Armie Hammer e a esposa, desembarcaram no Rio na manhã do dia 23. Os fãs aguardaram em frente ao hotel e puderam ver de perto os atores que pararam, (em mais de uma ocasião), para dar autógrafos e tirar fotos, com muita atenção e simpatia.
Dia 24 de agosto, os atores participaram de uma 'mesa redonda' com jornalistas, fizeram gravações para vários programas de TV e canais de comunicação. A noite, foram para o Red Carpet do Cine Odeon, onde ocorreu a primeira exibição do filme no Brasil.
Além de sentir o carinho do público na entrada da premiere, eles agradeceram a presença de todos e declararam que "Não poderiam ter escolhido um lugar melhor que o Brasil para encerrar a turnê de divulgação de U.N.C.L.E ".
O Team Crazy foi convidado para o evento fechado e, quem acompanha as redes sociais do Crazy For Henry Cavill BR, pôde assistir a transmissão ao vivo do evento pelo Periscope.
No dia seguinte foi a vez da premiere do Cine Roxy, (numa parceria da Warner Bros Pictures com o Crazy for Henry Cavill BR, e Hugo Gloss), onde os fãs tiveram a oportunidade de assistir ao filme e a grande surpresa da presença dos atores, para se despedir da agenda de divulgação, com chave de ouro. Não sem antes confessar que adoraram as caipirinhas e o entusiasmo dos brasileiros.
A noite, Cavill e Armie com a esposa dançaram até as 4 da manhã numa casa noturna do Rio, provando que se sentiram a vontade por aqui.

Henry conheceu o Pão de Açúcar, o samba, (com uma apresentação no restaurante durante um almoço), e ficou surpreso com a recepção calorosa e o reconhecimento de seus fãs daqui.
Esperamos que tenha levado boas lembranças e o desejo de voltar bem rápido.
Se como diria Antoine de Saint-Exupéry: "Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas". Então Henry Cavill, sua 'responsabilidade' é com muitos e muitos fãs brasileiros cativados por seu carisma, respeito e profissionalismo.
Essa visita só nos deixou com gosto de quero mais! #voltahenry

Fabiana Franzosi - Crazy for Henry Cavill BR

terça-feira, 22 de setembro de 2015

Henry Cavill na apresentação World Land Trust das orquídeas de Banos na Casa Bourdon em Mayfair



Henry Cavill desfrutou de uma noite na apresentação World Land Trust das orquídeas de Banos na Casa Bourdon em Mayfair, Londres, na noite de terça O evento, na última noite da Semana de Moda de Londres, foi para marcar a estréia de um novo filme do World Land Trust sobre a situação para salvar micro orquídeas, algumas das espécies mais pequenas e raras do planeta da Terra.
Elegante: O Ator Henry Cavill, que se tornou amigo do pai de Brooklyn, estava muito elegante em um terno preto

Sir David, que é patrono da World Land Trust, apresentou o filme para o público seleto no evento privado, que foi organizada pelo CEO da Dunhill Fabrizio Cardinali.

Também presentes estavam a modelo / atriz Tallulah Harlech, o desenhista Peter Pilotto e nova mãe Lily Cole.

Lenda Viva: o modelo David Gandy parecia emocionado ao conhecer Sir David Attenborough, que apresentou o filme 

O longo filme de seis minutos Orquídeas de Baños, que será exibido em Dunhill.com, mostra ao mundo Trust e seu parceiro de conservação no Equador, o Fundación EcoMinga. O filme segue a descoberta do botânico de EcoMinga, Lou Jost, de 10 novas espécies de orquídeas nas florestas andinas nubladas do Equador central. O filme, feito pelo World Land Trust, é sobre a situação do visionário Lou Jost para salvar micro orquídeas, algumas das espécies mais raras e mais minúsculas plantas na Terra. Patrono do World Land Trust, Sir David Attenborough estará presente, enquanto nós estamos esperando atenção dos participantes, como Henry Cavill, David Gandy, Brooklyn Beckham, Tallulah Harlech, Lily Cole, Nick Grimshaw e Peter Pilotto, diz o Daily Mail Conversa: Sir David disse algo que agradou Superman Henry

O filme em si é de apenas 6 minutos de duração, mas foi rodado pelo diretor de arte Jonny Lu, que trabalha com os gostos de Victoria Beckham e Givenchy. Aos presentes foi dada a oportunidade de adquirir direitos de nomeação para as10 novas (orquídeas) descobertas, com recursos vão financiar a conservação do habitat de orquídeas no Equador. Sir David Attenborough entusiasmou-se: "O mundo natural hoje, apesar de todos os desastres e catástrofes que afligem, ainda está cheio de grandes maravilhas.World Land Trust tem como objetivo encontrar essas maravilhas e ajudar as pessoas locais, que possuem a terra em que essas maravilhas são encontrados". Então como soa "Orquídea Gandy"? Aos presentes no evento foi dada a oportunidade para nomear uma orquídea Salvar o planeta: Lily há muito tem falado sobre conservação do planeta assim teria muito o que falar com Sir David

Fonte: Daily Mail

Segurem seus corações, meninas: Henry Cavill e David Gandy, juntos!




Já vimos Henry Cavill e Jamie Dornan...


Já vimos Henry Cavill e Stephen Amell...


E agora... finalmente... Henry Cavill e o super modelo britânico David Gandy foram fotografados juntos. É muito para o nosso coração, não é?

Para quem não acompanha os grupos de discussão sobre os livros da trilogia “O Inferno de Gabriel”, de Sylvain Reynard, (fica aí a indicação de leitura para as Crazies que gostam de romances) cabe dizer aqui que Henry e David são os mais cotados pelas fãs para interpretar o professor de Literatura Gabriel Emerson, doutor em Dante Alighieri que faz a mulherada suspirar, como fazem Gideon Cross e Christian Grey.


O encontro de dois dos mais lindos e elegantes britânicos da atualidade ocorreu neste dia 22 de setembro, em um papo durante a premiere de lançamento do filme 'The Orchids of Baños', iniciativa do World Land Trust e seu parceiro no Equador, a Fundação EcoMinga. O filme mostra o trabalho do botânico Lou Jost, líder da Fundação, nas montanhas andinas do Equador central. Lá ele descobriu 10 espécies de orquídeas. São espécies novas para a ciência e endêmicas – só se encontram lá. As orquídeas encontradas estão em uma crescente lista de espécies de plantas ameaçadas.

O WLT anunciou, no evento, uma oportunidade especial para que as pessoas possam adquirir os direitos de nomeação para as 10 orquídeas recém-descobertas. Os fundos levantados a partir dessa iniciativa vão financiar o trabalho de conservação do habitat de orquídeas no Equador. A expectativa é de que a campanha arrecade entre £ 10.000 e £ 15.000.

O evento foi apoiado por Alfred Dunhill – e, vale lembrar,Henry foi garoto-propaganda da Dunhill por um tempo e os comerciais em vídeo e fotos fazem um sucesso enorme até hoje entre as Crazies. Henry, que já dá suporte a uma causa envolvendo a sustentabilidade, sendo embaixador da Durrell, é um dos apoiadores da iniciativa lançada junto com a premiere do filme, assim como David Gandy, o que explica a presença de ambos no lançamento da campanha.


Agora, falando sério: Henry e David realmente são um exagero na beleza e elegância! 

Por Janaína Simões

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Henry Cavill e o símbolo da Inglaterra


Neste fim de semana, o ator britânico Henry Cavill, 32, foi clicado por fãs quando prestigiava a Rugby World Cup (Copa do Mundo de Rugbi) em Londres. Ele usa a camisa da seleção inglesa, que tem como símbolo a Red Rose (rosa vermelha), originalmente conhecida como Tudor Rose (Rosa Tudor).

A rosa Tudor é o símbolo nacional da Inglaterra e leva o nome daqueles que reinaram no país de 1485 a 1603. Ela foi criada com a junção de outras duas rosas, simbolizando a união da Casa de York com a Casa de Lancaster. Casas que estavam em guerra, disputando o trono da Inglaterra. Esta guerra foi chamada de Guerra das Rosas pois a casa de York usava uma rosa branca como emblema nas batalhas, e a Casa de Lancaster, uma rosa vermelha.

Henry Tudor, (filho de Margaret Beaufort da Casa de Lancaster), derrotou o último rei York, Richard III, na Batalha de Bosworth, em 1485, e tornou-se o Rei Henrique VII.
Depois de assumir o trono, Henrique VII casou-se com Elizabeth de York (1486), unindo as duas casas e unificando os dois emblemas surgiu o símbolo do início do reinado: a Rosa Tudor.
Há uma xilogravura histórica, do século XVI, representando a coroação de Henrique VIII e Catarina de Aragão, que mostra os respectivos brasões das casas: a Rosa Tudor e a Romã (da Casa de Aragão). Catarina e sua filha Maria I, tinham como brasão a Rosa cortada ao meio combinada com a romã.

Esses personagens apareceram representados (respectivamente), por Jonathan Rhys Meyer e Maria Doyle Kennedy, na série de TV The Tudors, na qual Henry Cavill interpretou Charles Brandon, o Duque de Suffolk., por quatro temporadas.



A rosa que surgiu como símbolo da paz e hoje representa a Inglaterra, aparece no Brasão Real do Reino Unido, como emblema do Corpo de Inteligência do Exército Britânico, está presente também no Supremo Tribunal do Reino Unido e entre outros, como símbolo do time de Rugbi da Inglaterra e da Liga de Rugbi, fundada em 1871.
Claro que presente em sua história, (fazendo parte de seu esporte preferido e de um trabalho que projetou sua carreira), a Rosa tem um significado mais que especial para Henry.
Fabiana Franzosi -Crazy for Henry Cavill BR

sábado, 19 de setembro de 2015

Homem de Aço 2 apresentando SUPERGIRL? Parece que sim ...


Há um monte de gente lá fora que acha que a atualização de Zack Snyder, de 2013, Superman - Homem de Aço, foi  - em uma palavra – ruim. Acontece que eu sou uma daquelas pessoas que achei que foi um golpe de mestre. Foi sem dúvida o filme mais ambicioso de Superman até a data, e também o mais sério. Snyder e o co-roteirista David Goyer foram capazes de criar uma história que corta todos os bregas e fofos, e injetaram uma história rica e em camadas sobre um ser alienígena que usa seu imenso poder como uma força para o bem. Foi um take lindo em uma história já icônica, e preparou o terreno para o próximo 'DC Universe Cinematic' que arranca no próximo ano com BATMAN V SUPERMAN: O ALVOREÇER DA JUSTIÇA. Mas esse filme não serve como uma sequência direta de Homem de Aço ...
Não, na verdade, a Warner Brothers já está trabalhando no sentido de levar a O Homem de Aço 'solo', uma sequencia para o grande público o mais rápido possível. Rumores recentes sugerem que o estúdio está cortejando o diretor George Miller de MAD MAX para assumir a próxima parte, mas os rumores não foram confirmados. Então, hoje, nós aprendemos um monte de outras novidades frescas do projeto.
De acordo com Heroic Hollywood, há conversas secretas que Superman vai lutar contra o vilão Brainiac parecem ser verdade, com várias saídas citando suas próprias fontes que afirmam que isso é quase uma garantia. Então, como Brainiac se encaixa no processo, e como é que o seu arco se intera com o primeiro filme? Aqui está o que HH tem a dizer:
Lembre-se no Homem de Aço como Superman teve o código genético de toda a raça kryptoniano que General Zod teve depois? Bem, parece que Brainiac seria a mesma coisa depois. No entanto, ele não está tentando recuperar o código de Superman. Vocês vêem que há outro sobrevivente de Krypton ...
Outro sobrevivente de Krypton, você diz? Quem poderia ser? Oh, espere um minuto, é ...
SUPER GIRL!
Sim! Se suas fontes estão corretas, (a prima do Superman -Supergirl) Supergirl terá uma parte muito considerável na sequência. Então, isso significa que a SUPERGIRL - Melissa Benoist - poderia reprisar seu papel na tela grande? Meu palpite é não. WB está empenhada em manter seus projetos de cinema e televisão em separado, que é por isso que o flash irá ser interpretado por Ezra Miller na tela grande e não Grant Gustin.vMas, você tem que saber quem poderia interpretá-la. Quem você sugere?
Deixe seus comentários abaixo: 

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Henry Cavill em Entrevista na revista Popcorn


Estaria Henry Cavill brincando de James Bond na versão americana? Com “O Agende Da UNCLE” ele juntou-se a Armie Hammer para uma parceria inusitada de espionagem, personagem que está a quilômetros de distância de seu Homem de Aço. Nesta entrevista ele fala sobre seu novo filme e projetos futuros.

O Agente da U.N.C.L.E. é muito estilizado, com bastante humor. É surpreendente te ver em um filme assim.

Você quer dizer que eu sou entendiante? [risos] Na verdade, é exatamente por isso que eu gostei desse projeto. Ele tem o universo de James Bond e outros espiões como base, o que o torna um filme leve, que reinventa o gênero e o leva a outro patamar. Mas não significa que é uma paródia. Guy Ritchie trabalhou em um novo perfil de espião, além de contar com garotas bonitas, carros legais, todo o clima dos anos 60, e assim pode oferecer algo diferente. A história é cheia de referências e moderna, porque ele adicionou o seu especial toque de humor. O mesmo humor que ele utiliza em outros filmes. Meu personagem é uma mistura do James Bond, do Sean Connery, e Don Juan, do Dolce Vita. Também tem um pouco de Cary Grant. E realmente é o que tentamos fazer! O quê eu gosto desse personagem, é que ele é muito sarcástico e que ama ficar numa boa sem complicar as coisas.

Você escolheu esse personagem para quebrar a sua imagem estoica de herói?

Na verdade, para ser honesto, eu me inscrevi para fazer o papel do agente Russo, Illya Kuryakin. Mas o personagem do Napoleon Solo também me agradou, porque ele é muito diferente do Superman. Quando você está caracterizado de um personagem tão icônico, as pessoas tendem a te rotular. E por isso que você deve de fato quebrar essa imagem. Por um longo tempo, eu só queria mostrar que eu podia fazer outra coisa. Mas eu também não quero acabar vivendo um personagem ilusório ou um transexual mal feito. Mas eu quero mostrar ao público que eu posso diversificar meu repertório. Também, muita gente esquece que eu também já fiz filmes e participei de séries que se passavam em diferentes períodos históricos ou eras mitológicas... As pessoas me associam muito ao Superman que até se esquecem que eu não sou Americano, mesmo sendo uma das primeiras criticas que as pessoas fizeram, quando eu consegui o papel.

Mesmo assim, você foi menos criticado que o Ben Affleck para Batman: O seu físico casa muito bem com o personagem.

Você não imagina o número de comentários eu recebi de pessoas que estavam ofendidas porque o Superman estava sendo interpretado por um Britânico. De qualquer forma, é inútil procurar uma explicação que faça sentido para pessoas. Assim como o fato de falarem que os atores Britânicos invadem as produções americanas ou que todos vêm do teatro, mas isso não faz sentido. Diferente do Benedict Cumberbach ou Eddie Redmayne, eu não tenho o treinamento clássico do teatro. Mas é como se nesse meio, você estivesse preso ao rótulo.

Quando você fala sobre rótulos, você quer dizer que eles são dadospelos diretores?

Não, eu acho que os cineastas conseguem julgar a performance de um ator, sem focar em sua origem ou figurino de super-herói. Eles entendem perfeitamente as dificuldades de incorporar um personagem sem perder o foco em sutis características. O público comum, por outro lado, não tem ideia do trabalho que isso da. O público sente a energia da coisa, mas sem saber o porque. É mais ou menos como quando você assiste a uma série científica ou com temas judiciais. Se você não trabalha na área, não consegue internalizar o que o personagem está transmitindo.

Guy Ricthie declarou que ele teve que confiar em você e que ele te deixou bem livre durante as filmagens.

Sim, é verdade. Uma das razões que me levou a fazer o filme, também foi porque Guy era o diretor, e a sua abordagem parecia interessante. Eu não sabia nada da série. Foi o que Guy me falou durante as nossas primeiras reuniões para discutir o projeto. Todo o elenco se encontrou em sua casa em Londres, para beber um vinho e relaxar. Ele nos contou que ele queria um esforço colaborativo, que os atores improvisassem e contribuíssem ao máximo para incorporar os personagens. Isso me libertou do Superman! Não me entenda mal, eu coloquei muito coração nesse trabalho para Napoleon Solo assim como para Clark Kent, mas eles são dois personagens completamente diferentes. O primeiro é mais humano, mais relaxado. Ele pensa nele mesmo e depois pensa nos outros. Ele não é atormentado por um problema de identidade, ele é só ele mesmo e leva tudo numa boa.

Você tentou algum contato com Robert Vaughn, quem interpretou Napoleon Solo na série de TV?

Não, porque eu achei que poderia ser perigoso comparar ao outro ator.Seria muito arriscado encarar o personagem sem ser influenciado, já que é essencial se manter mais original e novo possível. Mas se nós nos encontrarmos um dia, eu terei o prazer de conversar com ele sobre o seu trabalho.

Tiveram algumas cenas mais difíceis do que outras no set?

Como é usual nesse tipo de filmagem, eu me machuquei. Uma pequena ruptura, um monte de colisões, contusões, tendinites... São normais quando estamos lá. Mas nós nunca estamos realmente em perigo, porque tudo está sob controle. Considerando o dinheiro envolvido nessas produções, acabar com um cadáver nas mãos, é a última coisa que eles querem... Mas teve uma cena em que eu me senti mal. Tem uma sequência na qual Armie está preso dentro da água e com um peso no seus pés, a cerca de oito metros de profundidade. Eu tive que mergulhar completamente vestido, nadar até ele e carregá-lo. Exceto na primeira vez, ele não conseguiu soltar o peso pendurado no pé e eu não percebi isso no momento. Então, eu tive um baita problema para alcançar a superfície! Eu pensei que eu ia afundar! Claro, eu sabia que tinha um salva-vidas ali apostos, mas ainda era muito assustador.

Tudo foi filmado em tempo real?

Sim. Apesar que a tela verde não me incomoda muito. Eu estou acostumado a isso. É só aprender algumas técnicas e fazer. É importante saber como construir mentalmente uma sala e se encontrar lá. Você precisa visualizar os detalhesSe não, eles só vão perceber na edição, quando estiverem adicionando os elementos de cena que o resultado não está como o esperado. Esse é um trabalho difícil, mas uma vez que você entendeu como funciona, ele se torna automático. As vezes, você até está influenciando na criação do set.

Ou seja?

Bem, alguns dos mais talentosos especialistas em efeitos especiais também gostam de se adaptar de acordo com os seus movimentos. Eles conversam com você para que vocês consigam visualizar a cena juntos. É um verdadeiro esforço colaborativo. Fizemos isso em The Tudors.

E com Batman Vs Superman - A Origem da Justiça?

Lá, os designers tem uma ideia muito clara do que eles querem! [risos] De qualquer forma, foi uma grande alegria voltar ao meu figurino para esse novo filme. Ser o Superman é realmente um sonho de infância! Aparentemente, ele parece perfeito, gentil e sério, mas ele também tem um lado sombrio...

Muitos acham o personagem muito conservador e fora de sintonia com o seu tempo...

Eu sei que alguns traços do seu caráter não são do agrado de todos. Alguns gostariam de vê-lo com algumas falhas ou um pouco mais de humor. Eu concordo em partes, ele poderia ser menos distante e mais amigável. Mas, poder encarnar um ícone da cultura pop é uma grande honra. Graças a isso, eu consigo me ver trabalhando em diferentes cenários com filmes independentes, porque nós sabemos que ter o ator do Superman engajado em um projeto, o deixa mais fácil de obter financiamento. Esse papel mudou a minha vida e é ótimo poder fazer parte de tal franquia.

Pelo trailer de Batman Vs Superman, parece cada vez mais claro que o confronto dos super-heróis está ligado a destruição causada pelo Superman em O Homem de Aço...

A Warner Bros ter um grande plano para todo o universo DC. Assim, todos os elementos, todas as intrigas, se reúnem de alguma forma. Eles não pensam nos filmes independentemente, mas eles tem uma visão que engloba todo o universo que eles querem criar.

O Segundo Homem de Aço não deve acontecer até 2021. O quê você acha disso? Porque o filme foi adiado para daqui tanto tempo?


Como eu te disse, tudo está desenhado, então os filmes tem que se encontrar com isso, e sinceramente, eu não ligo de esperar um pouco antes de estar sozinho num filme de super-herói. É mais divertido trabalhar em times e também põe as coisas em perspectiva. Eu interpreto o Superman, mas acima de tudo, eu não sou ele. Eu não acho que eu sou! Tem uma grande diferença e isso sempre está claro na minha mente. Eu geralmente brinco com pessoas que me chamam publicamente de Superman, eu falo para eles que eu sou um cara normal e que eles não devem contar comigo para salva-los! [risos] Aqueles que querem ser super-homens, podem cair facilmente. Eu sou sortudo de conseguir manter meus pés no chão.









Scans traduzido de Henry Cavill Org